04/02/2015 às 17h20min - Atualizada em 22/05/2015 às 14h56min

Grazielle Machado toma posse na AL e assume a 2ª vice- presidência da Mesa Diretora

Whelton Borges para o site Fátima em Dia

Com uma trajetória política que iniciou aos 24 anos de idade, sendo eleita por três vezes consecutivas ao cargo de vereadora em Campo Grande, Grazielle Machado assume aos 34 anos uma cadeira na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, nesta última semana. Foi eleita expressivamente com mais de 39 mil votos e se tornou a mulher mais votada na história do Estado. Já empossada, assumiu a segunda vice presidência da Mesa Diretora e já defende em sua atuação parlamentar proposições que buscam o fortalecimento da municipalização e ações que visam transparência na gestão pública.

Trajetória como vereadora

Com uma forte atuação, em seu primeiro mandato ocupou a segunda vice-presidência da Câmara de Vereadores, a presidência da Comissão de Saúde e Assistência Social e foi membro da Comissão de Segurança Pública. Em 2007 foi eleita por unanimidade pelos colegas vereadores a 1ª Secretaria da Câmara tendo a responsabilidade de administrar as finanças da Casa.

Eleita em 2008 para seu segundo mandato, Grazielle além dos projetos legislativos, implantou projetos sociais como Conversa na Varanda que aproximou ainda mais a vereadora da população e Mulheres em Ação, projeto que prioriza a saúde da mulher. Reeleita em 2012, continuou seu trabalho frente ao legislativo municipal de forma muito atuante. E no ano de 2014 teve seu passaporte para a Assembleia Legislativa com uma grande conquista e reconhecimento de seu trabalho diante da população do Estado; foi a mulher mais votada na história de Mato Grosso do Sul, com 39.374 votos.

Deputada Estadual Grazielle Machado (PR) - (Foto: Giuliano Lopes / assessoria)

A deputada

Recém chegada no legislativo estadual, Grazielle foi indicada para assumir ao cargo de segunda vice-presidência da Mesa Diretora. E com perspectivas e experiência de veterana na vida política, acredita levantar temas importantes para discutir e defender no plenário Júlio Maia da Assembleia Legislativa, como: a educação em período integral, campanhas em defesa da saúde da mulher, atenção a uma política de fronteira, programas de primeiro emprego, saúde descentralizada e autonomia de gestão aos municípios de Mato Grosso do Sul.

“Quero fazer valer a vocação pela democracia e lutar em defesa da municipalização. Realizar um mandato de excelência em prol de todo Estado e priorizar sempre a qualidade de vida do cidadão Sul-Mato-Grossense”, destaca a parlamentar.


Link
Notícias Relacionadas »