28/04/2015 às 08h49min - Atualizada em 22/05/2015 às 14h56min

Criança de 1 ano é internada depois de engolir pedra de crack

Correio do Estado
Pai deixou o hospital levando a criança e o prontuário médico
(Foto: Angela Bezerra)

Uma menina de 1 ano e 2 meses foi transferida para Campo Grande depois de engolir uma pedra de crack. O fato ocorreu na manhã desta segunda-feira (27), na casa da criança, que fica na Vila Bela, na cidade de Coxim.

Depois de passar mal, a menina foi levada pelo pai, de 40 anos, para o Hospital Regional Álvaro Fontoura. O homem contou que sua esposa, de 22 anos, é usuária de drogas e que a suspeita era de que a filha tivesse engolido uma pedra de crack.

Antes mesmo de a criança ser atendida por equipe médica, o pai percebeu que o Conselho Tutelar e a Polícia Civil seriam acionados. Ele então pegou a criança, o prontuário com relatos preliminares do médico e deixou o local.

Ainda assim, a polícia foi chamada e, depois de assistir as imagens de segurança, identificaram o pai da menina, que foi encontrado em casa, onde a criança ainda passava mal.

Mãe e filha foram levadas para o hospital, enquanto o pai foi encaminhado para a delegacia. Os pais devem responder pelo crime de expor a criança a perigo e o homem também pode ser responsabilizado pelo furto do prontuário. O Conselho Tutelar acompanhará o caso.

A polícia continuará com as investigações porque de acordo com a delegada Silvia Elaine Girardi Menck, na casa da família foram encontrados objetos usados no preparo da droga para comercialização, o que levantou suspeita com relação a prática de tráfico de drogas.


Link
Notícias Relacionadas »