26/10/2015 às 13h30min - Atualizada em 26/10/2015 às 13h30min

Estudante 'some' após dirigir na contramão e causar acidente com morte

A vítima morreu no hospital

- Mídia Max

Pedro Cesar Woeth, de 43 anos, que trabalhava como segurança, morreu após ser vítima de acidente de trânsito no sábado (24). Ele voltava do serviço, por volta das 5 horas, quando uma motorista, que estava na contramão, o atropelou.

De acordo com o levantamentos, feitos pelo BPTran (Batalhão da Polícia Militar de Trânsito), Pedro seguia pela Rua Aliomar Baleeiro, no Jardim das Nações, região sul da Capital, na motocicleta Honda Fan, amarela, placa NRX-8593 de Campo Grande (MS). Ele transitava nas proximidades da Rua Gabriel Abrão, quando foi atingido pelo Uno Way.

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, uma estudante, identificada como Y.R.S., de 21 anos, conduzia o Uno, placas NRQ-0806 de Campo Grande (MS), na contramão. Ela atingiu o motociclista frontalmente e os dois ficaram feridos. Há informação de que o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) socorreu o segurança em estado grave e o encaminhou para a Santa Casa.

Testemunhas afirmam que a jovem chegou a ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros e levada para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Universitário, mas não deu entrada. Ela não foi localizada pelo BPTRan para dar esclarecimentos sobre o acidente, mas o pai dela esteve no local para retirar o carro.

O motociclista sofreu vários ferimentos, teve hemorragia interna e morreu no hospital. O corpo do segurança foi velado na manhã de domingo (25), no Cemitério Memorial Park. Um amigo, que preferiu não se identificar, revelou ao Jornal Midiamax que Pedro juntava dinheiro para comprar um vestido de noiva para a filha, de 19 anos. Ele também deixou outro filho, de 11 anos.

WhatsApp: fale com os jornalistas

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax, no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total anonimato garantido pela lei.


Link
Notícias Relacionadas »