08/12/2015 às 16h21min - Atualizada em 08/12/2015 às 16h21min

Idosa com fratura no fêmur espera há 12 dias por cirurgia

Anésia Marques da Silva, 65 anos, espera há 12 dias por uma cirurgia no fêmur. A idosa sofreu uma queda e permanece internada em Sidrolândia, distante 70 quilômetros de Campo Grande, e espera vaga para hospital da Capital. A situação revela a precariedade na saúde do Estado, que tem como referência em ortopedia dois hospitais na Capital.

A vendedora Anésia, Regiane Marcos da Silva, 34 anos, é filha da idosa e disse ao Portal Correio do Estado que a mãe aguarda pela cirurgia e depende de regulação da central de vagas, administrada pela Secretaria Estadual de Saúde.

A vaga pode sair para o Hospital Universitário ou Santa Casa, em Campo Grande. Porém, a família está revoltada com a demora tendo em vista a idade de Anésia.

Regiane conta que a mãe escorregou e caiu no último dia 26 de novembro. Ela já tinha problemas na perna, tem pinos abaixo do joelho, mas com a queda, acabou fraturando o fêmur.

Anésia permanece no hospital de Sidrolândia desde o dia do acidente. “Ela está sendo bem tratada aqui, está a base de medicação, mas sem previsão de cirurgia. Nós do interior ficamos esquecidos. Minha mãe é uma idosa e está sofrendo muito com dor", comentou a filha indignada.”, disse Regiane..

A reportagem tentou contato com a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Saúde, mas até o fechamento desta matéria não obtivemos retorno.


Link
Notícias Relacionadas »