06/06/2016 às 09h08min - Atualizada em 06/06/2016 às 09h08min

Grêmio vence a Ponte Preta com gol no final e embola a ponta da tabela

Com o resultado, o Grêmio embolou a ponta tabela de classificação

O Grêmio quase perdeu a chance de se igualar ao Corinthians e ao rival Internacional na liderança do Campeonato Brasileiro. Na tarde deste domingo, a equipe de Roger Machado só chegou à vitória por 1 a 0 sobre a Ponte Preta nos acréscimos, com um belo gol de Luan. O ponte-pretano Clayson foi expulso no primeiro tempo. O gremista Lincoln, no segundo.

Com o resultado, o Grêmio embolou a ponta tabela de classificação. Tem os mesmos 13 pontos ganhos de Inter (que perdeu por 1 a 0 para o Vitória) e Corinthians (vitorioso diante do Coritiba, com virada por 2 a 1 também nos acréscimos). A Ponte totaliza 7.

Os times gaúcho e paulista terão quase uma semana de preparação para os seus próximos compromissos. No sábado, o Grêmio enfrentará o Fluminense no Raulino de Oliveira, enquanto a Ponte Preta jogará contra a Chapecoense no Moisés Lucarelli.

Everton desperdiçou boas chances de construir uma vitória mais tranquila na Arena (Foto: Gazeta Esportiva )

O jogo

Atuando em casa e com melhor campanha do que a Ponte Preta, o Grêmio tomou a iniciativa de atacar ao pisar no gramado de sua arena. O time de Eduardo Baptista foi a Porto Alegre com uma postura cautelosa, apostando nos contragolpes.

 

Em pouco tempo, no entanto, o Grêmio acumulou uma série de chances para abrir o placar. Na primeira delas, logo aos dois minutos, Everton ficou livre dentro da área após um cruzamento da direita de Luan com desvio em Giuliano, mas isolou a bola.

 

Aos 18 minutos, a mira de Everton estava mais calibrada. Em um novo levantamento da direita de Luan, ele tirou do goleiro João Carlos na finalização de primeira e acertou o travessão.

 

Após o susto, a Ponte Preta corrigiu a sua marcação com a orientação dos berros do técnico Eduardo Baptista e passou a criar dificuldades para a rápida troca de passes gremista. Os espaços só se abriram novamente aos 39 minutos, quando Clayson foi expulso por desferir uma cotovelada em Edílson.

 

Com a Ponte irritada – os jogadores reclamaram que o lance do cartão vermelho foi semelhante a um de Luan em cima de Jeferson –, Eduardo Baptista tentou recompor a sua equipe com a entrada de Nino Paraíba no lugar de Cristian no segundo tempo.

 

Como o panorama da partida não mudou muito a partir de então, os técnicos entraram em ação. A Ponte mudou de novo, com Gilson na vaga de Rhayner. Já Roger Machado resolveu ter presença de área ao trocar Douglas por Bobô. Pouco mais tarde, Lincoln substituiu Ramiro.

 

A pressão do Grêmio aumentou ainda mais. Até os 24 minutos. Lincoln deixou o cotovelo no rosto de João Vítor e também acabou expulso pelo árbitro Péricles Bassols. Com os dois times igualados numericamente outra vez, o ritmo do jogo caiu. E a Ponte até se soltou no final e acertou a trave em conclusão de Jeferson.

 

Foi a investida derradeira do Grêmio, contudo, que surtiu efeito. Luan aproveitou um rebote fora da área, dominou a bola no peito e chutou com o pé esquerdo. Acertou o ângulo para deixar o Grêmio embolado com Inter e Corinthians.

 

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 1 X 0 PONTE PRETA

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 5 de junho de 2016, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols Cortez (Fifa-PE)
Assistentes: Clóvis Amaral da Silva e Cleberson Leite (ambos de PE)
Público: 15.125 pagantes (total de 16.957)
Renda: R$ 463.131,00
Cartões amarelos: Luan e Edílson (Grêmio); Reinaldo, João Carlos, Wellington Paulista e Jeferson (Ponte Preta)
Cartões vermelhos: Lincoln (Grêmio); Clayson (Ponte Preta)
Gol: GRÊMIO: Luan, aos 49 minutos do segundo tempo

GRÊMIO: Bruno Grassi; Edílson, Geromel, Wallace e Marcelo Hermes; Ramiro (Lincoln), Maicon, Douglas (Bobô) e Giuliano; Luan e Everton (Batista)
Técnico: Roger Machado

PONTE PRETA: João Carlos; Jeferson, Fábio Ferreira, Kadu e Reinaldo; João Vítor, Renê Júnior (Matheus Jesus) e Cristian (Nino Paraíba); Clayson, Wellington Paulista e Rhayner (Gilson)
Técnico: Eduardo Baptista


Link
Notícias Relacionadas »