15/06/2016 às 14h47min - Atualizada em 15/06/2016 às 14h47min

PF cumpriu mandados de busca em fazenda e caminhonetes de ruralistas em Caarapó

- Mídia Max

A Polícia Federal cumpriu, na manhã desta quarta-feira (15), mandados de busca em caminhonetes e na Fazenda Yvu, em Caarapó, a 273 quilômetros de Campo Grande. Na terça-feira (14), o indígena da etnia Guarani-Kaiowá Cloudione Rodrigues Souza, de 26 anos, morreu em um confronte em índios e produtores rurais.

De acordo com o delegado Marcel Maranhão Rosa, os fazendeiros autorizaram as buscas e não foram encontradas armas com eles. 

Conforme o delegado, a Polícia Federal está “apurando o conflito em si”. “Houve confronto e temos que apurar as circunstâncias e quem foi o autor dos disparos”, disse. Rosa afirmou ainda que a corporação trabalha com o número de cinco a sete feridos e um morto. A Polícia Federal já colheu depoimentos e vai trabalhar com a análise dos vídeos feitos durante o confronto. 

A Funai (Fundação Nacional do Índio) enviou dois representantes ao local, que não estão autorizados a conceder entrevistas. O Jornal Midiamax apurou que eles estavam atualizando a lista de feridos e o estado de saúde deles com a polícia.

Nesta manhã, as polícias Federal e Militar estiveram na área do conflito, para tentar recuperar as armas dos militares que ficaram reféns dos indígenas por algumas horas, na tarde da terça. Segundo o coronel Caros Silva, comandante da PM na região, os indígenas estão com três pistolas, uma espingarda calibre 12 entre outros equipamentos policiais. Eles teriam prometido devolver o armamento às 10 horas, mas a devolução não se concretizou. Os índios então marcaram para às 14 horas a devolução. 

Conforme o comandante, os militares estão fornecendo apoio à Polícia Federal e que não permanecem na área por conta da insegurança, já que os indígenas estão com armas. A operação é feita com viaturas da PM de Dourados e do Bope (Batalhão de Operações Especiais) da Capital. 

O Jornal Midiamax ainda não conseguiu contato com os índios, que estão bloqueando um trecho de acesso à Fazenda Novilho, onde um canavial foi incendiado. 


Link
Notícias Relacionadas »