29/06/2016 às 10h49min - Atualizada em 29/06/2016 às 10h49min

Vigilância ainda aguarda exame que investiga óbito de homem com suspeita de H1N1

O núcleo de Vigilância Epidemiológica de Dourados aguarda o resultado dos exames de um homem de 59 anos, que morreu no dia (26) e a suspeita é que seja de H1N1. "Ainda não saiu o resultado [dos exames], a situação é a mesma estamos aguardando", disse o chefe do núcleo Devanildo de Souza.

Segundo a vigilância, o paciente apresentou sintomas da doença e foi atendido algumas vezes na UPA (Unidade de Pronto Atendimento). O setor disse não ter muitas informações sobre o paciente, porém estão realizando o levantamento das informações.

De acordo com dados do boletim epidemiológico da SES (Secretaria de Estado de Saúde) divulgados na semana passada, Dourados conta com 59 casos notificados da doença com 28 confirmados e três mortes. Já Mato Grosso do Sul, os casos notificados pela doença somam 1.042 com 324 confirmados com 63 mortes.

A maioria dos óbitos foram registrados em Campo Grande com 18, seguido de Naviraí com 7, Caarapó com 3. Aquidauana, Bataguassu, Corumbá, Ivinhema, Jardim, Laguna Carapã, Maracaju, Rio Brilhante e Três Lagoas foram registradas duas cada cidade.

Água Clara, Antônio João, Costa Rica, Coxim, Douradina, Glória de Dourados, Juti, Nova Andradina, Ponta Porã, Ribas do Rio Pardo, Rio Verde do MT, Santa Rita do Pardo, São Gabriel do Oeste e Terenos todas com uma morte pela doença.

Outras três mortes por influenza foram confirmadas, sendo uma do tipo ‘B’ e outra ‘A’ não subtipado na capital. Outra morte por influenza ‘B’ foi confirmada em Corumbá, a vítima é um estudante de 12 anos.

Um novo boletim epidemiológico deve ser divulgado na tarde desta quarta-feira (29), pela SES.


Link
Notícias Relacionadas »