03/03/2017 às 09h13min - Atualizada em 03/03/2017 às 09h13min

FETEMS foi à Fátima do Sul falar sobre a Reforma da Previdência

O professor Jaime, lembrou também da Assembléia Geral da FETEMS, que acontecerá dia 7 de março

Azael Júnior - FETEMS

Falando para uma platéia de aproximadamente 100 professores(as), alunos(as) e representantes dos(as) trabalhadores(as) rurais em Fátima do Sul na noite desta quinta-feira(2), o professor Jaime Teixeira, secretário de finanças da FETEMS (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) ressaltou o impacto da Reforma da Previdência da maneira como ela está sendo colocada na pauta de votação do Congresso Nacional.

Ele admitiu que de tempos em tempos uma Reforma da Previdência seja necessária.”É claro que revigorar a Previdência de períodos em períodos seja natural, no entanto da forma como está sendo proposto pelo Governo significa um desmonte de direitos dos trabalhadores.”, disse Lembrou da necessidade que para se aposentar com integralidade de salário, com a Reforma da maneira como está, os(as) trabalhadores(as) passarão a obrigatoriamente contribuir por 49 anos ininterruptos e possuir no mínimo 65 anos de idade. “Então isso significa que pouquíssimas pessoas irão se aposentar com a integralidade, da maneira como sendo proposto por esse Projeto, o(a) trabalhador(a) será obrigado a procurar uma previdência privada, ou seja vai contribuir com o desconto em folha e ainda buscar os agentes bancários”,ressaltou.

O professor Jaime, lembrou também da Assembléia Geral da FETEMS, que acontecerá dia 7 de março no Palácio Popular da Cultura, às 14 horas, em que os delegados dos 73 SIMTEDs irão deliberar sobre o posicionamento da categoria em relação ao atraso no reajuste do Piso pelo Governo do Estado, 1/3 da hora atividade e sobre a paralisação nacional programada para iniciar no dia 15 de março.

A presidente do SIMTED de Fátima do Sul, Maria Jorge Leite (Mariquinha) agradece o apoio da direção da Escola Senador Filinto Muller, bem como o publico presente e representantes de outros movimentos e sindicatos.


Link
Notícias Relacionadas »