22/09/2017 às 13h40min - Atualizada em 22/09/2017 às 13h40min

Catador de latinhas é preso suspeito de estuprar menina de seis anos

A vítima seria filha da enteada do suspeito que fugiu após o crime

Foto: Rádio Caçula

Um catador de materiais recicláveis de 58 anos é o principal suspeito de estuprar uma criança de seis anos. O crime aconteceu no interior de São Paulo, mas o supostos estuprador foi preso na cidade de Três Lagoas, município distante aproximadamente 330 quilômetros de Campo Grande.

O homem foi detido na última quarta-feira (19), pelos policiais do SIG (Setor de Investigações Gerais), segundo o site Rádio Caçula. O crime aconteceu em Presidente Epitácio e após cometer estupro, o suspeito fugiu para a cidade sul-mato-grossense onde estava morando há dois meses.

O catador de latinhas supostamente teria estuprado a filha de sua enteada, que denunciou o crime à Polícia Militar paulista. O caso repercutiu e o homem precisou fugir da cidade depois que três homens foram até a porta de sua casa na tentativa de o linchar.

Em Três Lagoas, o homem vivia de favor em uma casa no bairro Santa Rita, onde em troca de abrigo, limpava a casa e o terreno do imóvel. O acusado foi preso nesta casa.

Em entrevista a um site local, o suposto estuprador disse que não cometeu o crime e que não entende o motivo de sua enteada ter feito uma acusação deste tipo. O Suspeito ainda afirmou que estava morando em Três Lagoas, mas que continua casado com a mãe da jovem que o acusou.

O homem foi preso e levado até a sede do SIG, onde permaneceu detido em uma das celas da 1ª Delegacia de Polícia e será extraditado para a cadeia pública de Pereira Barreto.


Link
Notícias Relacionadas »