12/09/2018 às 08h59min - Atualizada em 12/09/2018 às 08h59min

Raul Gil diz que tirou a Record da sarjeta e provoca Luciano Huck

Raul Gil é um dos nomes que marcaram a história da Record, que neste mês de setembro comemora 65 anos. O apresentador, que hoje está no SBT, afirmou que tirou a emissora da lama.

“Comecei na Record em 11 de dezembro de 1960, na rádio. A Record estava falindo, devia 11 milhões de cruzeiros. O dono, Paulo Machado de Carvalho Filho, falou: ‘Quer fazer o programa faz, mas vamos fechar’”, recordou Raul.PUBLICIDADENa época, uma loja de móveis ajudou a Record a sair do buraco e Raul Gil foi um dos nomes que fizeram isso acontecer. “A fábrica Móveis Brasil comprou oito anos da programação: Raul Gil das 11 da noite a 1h da manhã de segunda a sexta; no sábado, ‘Programa Raul Gil’ da 1 às 7 da noite e, no domingo, ‘Eu e as Crianças’. Enfiou 18 milhões de cruzeiros aqui e não fechou. Então me deram o primeiro programa a cores da Record”, relembrou ele.

Ele, como se costume, sempre relembra o início dos anos 2000, quando dominava as tardes de sábado da Record e incomodava a Globo. “Fiquei dois anos e meio ganhando do Luciano Huck. Ele não sabia mais o que fazer e acabou casando com a Angélica“, brincou.

Gil é um dos nomes mais conhecidos do público na TV, mas ainda assim afirma que se preocupar com a audiência é fundamental. “O problema da audiência é que o dono da televisão, o diretor artístico e de programação se guiam por aquilo. Se você não der audiência, tira do ar, você se arromba todo e fica desempregado. Então você tem que lutar para não sair do ar”.

“Aqui na Record, eu revelei tantos artistas, graças a Deus. Eu não vou lembrar de todos, mas: Maisa, Edson e Hudson, Jamilly, Rick Vallen… todo o pessoal que até hoje está fazendo show. Tem o Robson Monteiro”, enumerou.

Faro, que também participava da entrevista, comentou sobre a sua participação no programa do veterano quando ele fazia parte do grupo Dominó. “Eu ia cantar com o Dominó lá, participar do programa. O Raul gosta de cantar bolero, ele gostar de cantar música italiana, tango, porque eu venho de uma família de italianos, espanhóis, então quando ele cantava alguma coisa eu ficava doido”, contou Faro ao abraçar Raul. “Estar ao lado dele é uma honra para mim”, declarou o apresentador da Record.
Link
Notícias Relacionadas »