05/12/2018 às 09h25min - Atualizada em 05/12/2018 às 09h25min

Com licença cancelada, avião que caiu em MT é de empresário de MS

Dono da aeronave também é assessor parlamentar na Câmara de Ponta Porã; Piloto e co-piloto foram localizados 4 dias após acidente

- CAMPO GRANDE NEWS

O piloto John Cleiton Venera, à esquerda, e co-piloto Marcelo Balestrin, à direita. (Foto: Divulgação)

O piloto John Cleiton Venera e copiloto Marcelo Balestrin, que estavam desaparecidos, desde a última sexta-feira (30), após queda de avião na Serra do Mangaval, em Cáceres-MT foram localizados nesta terça-feira (4) com vida pela Força Aérea e Ciopaer (Centro Integrado de Operações Aéreas). A aeronave está em nome de um empresário de Mato Grosso do Sul e não deveria estar em atividade.

John quebrou uma perna e Marcelo as duas pernas. As vítimas foram levadas para o Hospital Santa Rosa em Cuiabá e passam por cirurgia, na manhã desta quarta-feira (5). Apesar de terem sido encontrados conscientes, os dois tripulantes estavam desidratados e ainda não revelaram as causas da queda, por orientação médica.

De acordo com a Anac, a aeronave Cessna Aircraft, prefixo PT-ICN, está em nome do empresário de Ponta Porã, Wilson Cheris Vera e não deveria estar voando, pois está com a licença cancelada.

Wilson também se candidatou a vereador no município, em 2008, pelo PSB (Partido Socilista Brasileiro). Atualmente, atua como assessor parlamentar da Câmara, com cargo comissionado - não efetivo.

A aeronave decolou da cidade de Pimenta Bueno (RO) com destino a Santo Antônio do Leverger, conforme publicação do Folha Max, de Cuiabá. A reportagem do Campo Grande News tentou contato com a Câmara Municipal de Ponta Porã, por telefone, mas obteve não retorno.

Link
Notícias Relacionadas »