23/07/2019 às 08h18min - Atualizada em 23/07/2019 às 08h18min

Casal é suspeito de assalto à agência da Caixa e roubo de R$ 1 milhão do BB

Um dos suspeitos aparece em filmagens nos dois assaltos e a esposa trabalhou para os dois bancos

- Campo Grande News

Foi preso ontem (21) o auxiliar de linha de produção Anderson Lourenço, 36 anos, suspeito de ter assaltado a agência bancária da Caixa Econômica Federal na manhã do dia 15 de julho, no bairro Aero Rancho, em Campo Grande. Ele também é suspeito de participar em 2016 do assalto ao Banco do Brasil, de onde foram levados aproximadamente R$ 1 milhão.

Na manhã do dia 15 de julho, dois homens armados invadiram uma agência da Caixa Econômica localizada na Avenida Marechal Deodoro. A dupla rendeu funcionários e fugiu levando mais de R$ 200 mil.

Durante investigações, o Garras (Delegacia Especializada Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros) levantou que o roubo na Caixa Econômica teve o mesmo 'modus operandis' de um assalto à agência do Banco do Brasil em 2016. Anderson aparece tanto em imagens de câmeras de seguranças da Caixa Econômica, quanto nas filmagens do assalto ao BB.

Na ocasião, uma funcionária da agência teria repassado informações do local aos bandidos e as investigações apontaram que Anderson é casado com uma funcionária da Caixa Econômica que, em 2016, prestava serviços à agência do Banco do Brasil. Em três anos, o casal comprou um carro Audi, um Hyundai i30 e uma motocicleta Honda Hornet, o que reforça as suspeitas de envolvimento nos crimes. Porém, nenhum dos veículos chegou a transferido para o nome dos dois.

Ontem, os policiais foram cumprir mandado de busca e apreensão na casa do casal. Eles encontraram em um fundo falso no armário do quarto uma pistola falsa e um revólver calibre 38. A suspeita é de que a arma seja a mesma roubada de um vigilante durante o assalto de 2016.

Testemunhas do crime realizado no dia 15 de julho deste ano confirmaram à polícia que a arma apreendida na casa de Anderson possui as mesmas características da que foi usada no assalto.

À polícia, Anderson contou que a esposa está viajando, mas não soube dizer o destino. Ele também negou a participação no assalto, mas foi preso. O suspeito já responde por roubo no estado de São Paulo.

Link
Notícias Relacionadas »