27/11/2019 às 07h43min - Atualizada em 27/11/2019 às 07h43min

Pavorô precisou ir à polícia após ser chutada no palco do Ratinho

Milene Pavorô, assistente de palco no Programa do Ratinho, confessou que foi à polícia várias vezes após protagonizar uma brincadeira com o apresentador do SBT. Em entrevista ao programa Lisa, Leve e Solta no YouTube, a artista disse que precisou prestar depoimento após as imagens viralizarem na internet.

Na ocasião, Milene se escondeu em uma caixa de papelão. Logo em seguida, Ratinho aparece chutando a caixa com a funcionária dentro. O programa foi ao ar em 2016.

Após vários internautas se questionarem sobre o ocorrido, foi aberto um inquérito policial para investigar se houve, de fato, agressão no programa. A atitude de Ratinho foi criticada pelos fãs, que pediram para Milene acionar a Lei Maria da Penha contra o chefe.A funcionária do programa foi intimada a depor algumas vezes, mas afirmou nos depoimentos que Ratinho não chutou a caixa de propósito. Segundo ela, o apresentador não sabia que a artista estava dentro do objeto de papelão.No bate-papo, Pavorô ainda contou que chegou a receber apoio de um grupo de mulheres para denunciar Ratinho. Mas a artista tentou minimizar todo o ocorrido, definindo a situação como “uma grande brincadeira”.
Link
Notícias Relacionadas »