11/02/2020 às 15h37min - Atualizada em 11/02/2020 às 15h37min

Ministra Rosa Weber nega novo recurso e mantém inelegibilidade de Junior Vasconcelos; ex-prefeito de Fátima do Sul

Ministra manteve as penas de multa e de inelegibilidade por 8 anos

WASHINGTON LIMA - FÁTIMA EM DIA
A Ministra Rosa Weber, Presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), negou um novo recurso interposto pelo ex-prefeito de Fátima do Sul, Eronivaldo da Silva Vasconcelos Júnior, o Júnior Vasconcelos (PSDB), e em decisão monocrática manteve as penas de multa e de inelegibilidade por 8 anos, aplicadas pela prática de conduta por abuso de poder político durante campanha eleitoral de 2016, em que tentou a reeleição.

Durante a campanha eleitoral, Junior Vasconcelos, candidato à reeleição discursou para centenas de pessoas, no Centro de Convivência do Idoso, onde anunciou a construção de 300 casas, com previsão de entrega para outubro e que foram realizados cadastros com promessa de entrega de casas em troca de apoio político, além disso, foi realizada em prédio público, demonstrando que ele estava usando a máquina pública a seu favor.

Na decisão, a Ministra ressalta a necessidade de a questão trazida no recursos extraordinário possuir repercussão geral para que fosse analisada pela Corte Superior, do que não se desincumbiu o ex-prefeito. Diante disso, ratificou a inelegibilidade do ex-prefeito Junior Vasconcelos e a condenação ao pagamento da multa arbitrada.
Link
Notícias Relacionadas »