28/02/2020 às 12h50min - Atualizada em 28/02/2020 às 12h50min

Vigilante noturno condenado a 18 anos por estupro em São Paulo é preso por policiais civis do SIG em Fátima do Sul

- DA REDAÇÃO

Agentes do Setor de Investigações Gerais, SIG, de Fátima do Sul, prenderam na tarde de ontem, 27/02, um vigilante noturno 43 anos de idade. O vigia foi condenado a a 18 anos de prisão pelo crime estupro  ocorrido em 2011 no estado de São Paulo.

A prisão ocorreu após o vigilante ter sido intimado a comparecer na Delegacia para prestar contas sobre a sua atuação como vigilante na cidade e apresentar documentações pertinentes para regularização da prestação de serviço de segurança.

Na ocasião o vigia apresentou sua CNH a qual levantou suspeita dos investigadores de polícia que analisaram a Carteira de Habilitação e notaram algumas irregularidades no documento. Pesquisas nos sistemas de identificação policial da Polícia Civil do MS com apoio da Polícia Civil de São Paulo, comprovaram que o vigia utilizava os dados de identificação de seu próprio irmão, no intuito de não ser identificado uma vez que era foragido da justiça paulista.

Conforme Cristiano Hein, delegado de polícia responsável pelo SIG da Polícia Civil de Fátima do Sul, o vigilante noturno responderá pelos crimes de falsificação de documento público e uso de documento falso.

O Vigilante permanecerá preso na cadeia local e será encaminhado para o Presídio Estadual de Dourados para cumprimento da pena de 18 anos pelo crime de estupro.

Link
Notícias Relacionadas »