29/08/2020 às 11h15min - Atualizada em 29/08/2020 às 11h15min

Dourados se aproxima de 900 casos ativos do novo coronavírus

FOTO: A.FROTA

Dourados é um dos 17 municípios de Mato Grosso do Sul que apresentam aumento no grau de risco de contágio pelo coronavírus (Covid-19). A classificação consta em estudo divulgado a cada 14 dias, realizado por equipe técnica da SES (Secretaria de Estado de Saúde) e aprovado pelo Comitê Gestor do Governo do Estado.

O quarto mapa situacional mostra que Dourados passou para bandeira vermelha na atualização desta sexta-feira (28), já que na pesquisa anterior aparecia com bandeira de cor laranja. 

Além das cidades que apresentaram piora na situação endêmica, 41 municípios mantiveram seu grau de risco e 21 melhoraram, passando para bandeiras que representam risco de contágio reduzido. 

Para gerar essa classificação, o Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança da Economia) avalia indicadores municipais relacionados à disponibilidade de leitos de UTI, média de casos confirmados, mortalidade por Covid-19, disponibilidade de testes, incidência na população indígena, entre outros fatores. 

Como o Dourados News revelou no dia 24 de agosto, a média móvel de casos novos de coronavírus voltou a subir, fechando a terceira semana de agosto em 43,1.

A taxa representa uma alta de cerca de 50% em relação a semana anterior, quando Dourados apresentava média de 28,5 casos diários.  

Crédito: Wender Carbonari/Dourados News

 

A taxa global de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em hospitais de Dourados também começou a se manter constantemente acima de 60%, tendo, inclusive, ultrapassado 80% em datas específicas nos últimos dias. 

Nesta sexta-feira (28) dados da SES mostram que 63% dos leitos de UTI disponibilizados pelo SUS (Sistema Único de Saúde) em Dourados estão ocupados, contando pacientes locais e provenientes de cidades que fazem parte da macrorregião. 

Fonte: Boletim Epidemiológico/SES

Durante transmissão de boletim informativo transmitido nas redes sociais do governo do Estado, o secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, comentou sobre as mudanças apresentadas no mapa baseado nas últimas duas semanas. 

“Os indicadores do Prosseguir trazem recomendações para o controle da pandemia observando a nota obtida em cada um deles. Olhar apenas para o número de casos seria como olhar para o retrovisor, para o que passou. Nós precisamos olhar para frente e adotar medidas que evitem o avanço da doença, especialmente agora que registramos um aumento expressivo do número de municípios com piora da bandeira”, enfatizou.

Recorte do mapa situacional destacando a região Sul de Mato Grosso do Sul: 

 

Link
Notícias Relacionadas »