10/09/2020 às 15h22min - Atualizada em 10/09/2020 às 15h22min

Morre em Culturama Sr. Nabor, pioneiro da colônia agrícola nacional de Dourados

O velório acontecerá nesta sexta-feira (11), no distrito de Culturama às 8h da manhã.

Crédito: Arquivo da Família

O distrito de Culturama está de luto, faleceu Seu Nabor Adalberto, ele estava internado em um Hospital de Campo Grande, devido à falência múltipla dos órgãos.

O velório acontecerá nesta sexta-feira (11), no distrito de Culturama às 8h da manhã.

Será somente 2h de velório e seguindo as recomendações de saúde.

CONHEÇA SUA HISTÓRIA

Seu Nabor Adalberto, nascido em Ubaraná-SP, chegou em Fátima do Sul no ano de 1952. Foi um dos pioneiros da CAND (colônia agrícola nacional de dourados) da reforma agrária de Getúlio Vargas. Tomou o trem em Bauru-SP rumo a região do barreirão ao qual era considerada a terra prometida de onde jorraria pão e mel pras futuras geração.

Seu Nabor começou trabalhando na abertura de áreas pra lavoura, carpintaria rústica e poceiro. Nesta década de 50 não havia equipamento elétricos, nem ponte no rio dourado, tampouco condições boas de trabalho. Quando seu Nabor e seu irmão definiram seus sítios na colônia, em seguida o restante da família tangeu para Fátima do Sul.

Com muita dificuldade porém muita gana, seu nabor edificou um lindo sítio na quinta linha, constituiu uma família nobre, ajudou a comunidade com lealdade. Durante o auge do algodão foi um dos maiores produtores da região auxiliado por dezenas de trabalhadores avulsos onde geraram riquezas ao país, imposto a máquina pública e prosperidade as famílias envolvidas.

Sua esposa Clarice Mariano foi o esteio que guiou seu Nabor nas aventuras e decisões da vida. Ela como professora na região o orientava em contratos, negócios e desafios. Deixa agora a saudade de um herói sem medalha que trabalhou pelo Brasil.

Seus filhos e netos são muito agradecidos a Deus por ter tido um cerne familiar como seu Nabor.

Link
Notícias Relacionadas »