19/01/2021 às 15h07min - Atualizada em 19/01/2021 às 15h07min

Primeiras doses de vacina contra Covid-19 chegam a Fátima do Sul; recepcionista é a primeira a ser vacinada

Lote de vacina é suficiente para 193 pessoas e serão destinadas à profissionais de saúde e idosos da ILPI

WASHINGTON LIMA - FÁTIMA EM DIA
FOTOS: WASHINGTON LIMA / FÁTIMA EM DIA

O primeiro lote da CoronaVac, vacina do Instituto Butantan contra a Covid-19, chegou a Fátima do Sul na tarde desta terça-feira (19). Uma viatura da Polícia Militar chegou ao Centro de Especialidade Médicas, por volta dás 13hs e 50min.

A primeira a receber a dose em Fátima do Sul, foi a recepcionista do Posto do Covid, Edelvani de Lima, 45 anos, que comemorou o momento. "É muita emoção. Nunca pensei...Trabalhei desde os primeiros dias no Posto de atendimento exclusivo para Covid. Fiquei sempre na linha de frente, não tenho medo de ser vacinada de jeito nenhum" e pontuando o desejo de continuar na linha de frente contra a Covid-19. A batalha é muito grande, mas, graças a Deus, daqui para frente vai melhorar em nome de Jesus”, comemorou.


A Secretária Municipal de Saúde, Ludelça Dorneles reforçou que a pandemia não acabou e que as medidas de biossegurança precisam ser mantidas e que a vacina chega para dar “esperança” para população, mas que os cuidados devem continuar. “A prefeita Ilda Salgado Machado tem se empenhado em adquirir, insumos como seringas, agulhas, preparando o município para a vacinação de acordo os lotem estarão sendo enviados. Estamos preparados aguardando a vacina”, disse.

DISTRIBUIÇÃO

NÃO FAÇAM FILAS: A vacinação contra Covid-19 em Fátima do Sul, por enquanto, não será aberta ao grande público nos postos de saúde. Já na tarde hoje, os 153 profissionais de saúde, incluindo trabalhadores da Secretaria de Saúde e do Hospital da SIAS, que estão na linha de frente de atendimento as pessoas que contraíram ou estão com suspeita de Covid, 31 idosos e 09 trabalhadores da ILPI (asilo), começaram a ser vacinados por equipes móveis, da Secretária Municipal de Saúde.

A quantidade de doses da Coronavac enviada a cada município foi definida pelo Ministério da Saúde considerando os públicos prioritários. A primeira etapa de vacinação é destinada aos idosos moram em instituições de longa permanência, além dos trabalhadores de saúde que estão na linha de frente de combate à Covid-19 e de indígenas que vivem em aldeias rurais.

Link
Notícias Relacionadas »