19/02/2021 às 12h50min - Atualizada em 19/02/2021 às 12h50min

Em um mês, Fátima do Sul atinge meta de vacinação de profissionais de Saúde

Após um mês de imunização contra o coronavírus, 88% dos municípios de MS não vacinaram toda meta de profissionais da Saúde

Edelvani de Lima, 45 anos, pecepcionista do Posto do Covid, foi a primeira a receber vacina em Fátima do Sul FOTO: WASHINGTON LIMA / FÁTIMA EM DIA

Nesta quinta-feira (18), Mato Grosso do Sul completa um mês de campanha de vacinação contra a Covid-19. Assim, neste período, apenas nove cidades atingiram a meta de vacinação de profissionais da Saúde.

Ou seja, 88% dos municípios de MS não vacinaram todos os 90% de trabalhadores da linha de frente estimados como meta. Para a reportagem foi considerada a aplicação da primeira dose da vacina, que equivale ao total de pessoas vacinadas deste grupo em cada cidade.

Os microdados utilizados foram disponibilizados pela SES (Secretaria de Estado de Saúde), nesta quinta-feira (18). Então, o município que mais vacinou profissionais da Saúde em MS é Iguatemi. A cidade vacinou 160,81% dos trabalhadores de linha de frente, ou seja, ultrapassou a meta de 282 e imunizou 453 pessoas deste grupo.

Para a imunização deste grupo prioritário, são utilizadas as vacinas Coronavac e Astrazeneca. A principal diferença das é a janela de intervalo entre as doses. Enquanto a Coronavac precisa de 14 a 28 dias de espera para o reforço, a Astrazeneca pode esperar até 90 dias.

Entretanto, nove municípios ainda não iniciaram a aplicação da vacina de Oxford, a Astrazeneca, nos profissionais de Saúde. Por fim, MS já vacinou 46.987 trabalhadores da linha de frente do combate ao coronavírus. Destes, 16.278 já receberam a segunda dose do imunizante.

Confira os municípios que atingiram a meta em um mês:

  • Aparecida do Taboado (127,02%)
  • Fátima do Sul (103,17%)
  • Guia Lopes da Laguna (131,67%)
  • Iguatemi (160,81%)
  • Jaraguari (112,20%)
  • Paranaíba (131,88%)
  • Ribas do Rio Pardo (144,74%)
  • Rio Negro (123,93%)
  • Selvíria (106,75%)
Link
Notícias Relacionadas »