22/02/2021 às 08h33min - Atualizada em 22/02/2021 às 08h33min

Mãe reconhece corpo de filho achado sem cabeça em MS

A Polícia Civil de Tacuru, cidade a 427 km da Capital, identificou como Sérgio Gimenez, indígena de 27 anos, o homem encontrado morto sem a cabeça, em uma trilha do município. O corpo foi reconhecido pela mãe da vítima e a tatuagem em um dos braços foi fundamental para identificar Sérgio.

Através de um machado, que foi encontrado próximo ao corpo, a polícia afirma já ter também a identificação do suspeito de assassinato. De acordo com o delegado Edgard Punsky, responsável pela investigação, Sérgio pode ter sido morto pelo atual companheiro da ex-mulher da vítima, e a suspeita é que o motivo do crime seja ciúmes.

O corpo de Sérgio foi achado em avançado estado de putrefação, na noite de sábado (20) por um jovem que tomava banho em riacho próximo ao local que o corpo foi abandonado. Sérgio estava desaparecido desde quarta-feira (17), quando saiu de casa e não foi mais visto.

A mãe da vítima reconheceu o corpo através de características físicas e de uma tatuagem com o nome “Bianca Filha”. Ele foi encontrado usando apenas uma calça jeans preta e sem nenhuma documentação. Próximo ao corpo foi achado um machado, que pode ter sido utilizado na decapitação de Sérgio. A cabeça dele ainda não foi encontrada.

Link
Notícias Relacionadas »