06/07/2021 às 07h27min - Atualizada em 06/07/2021 às 07h27min

Brasil vence Peru em jogo de tempos distintos e chega à final da Copa América

Seleção foi insinuante na primeira etapa, foi às redes com Paquetá, não teve o mesmo rendimento no segundo tempo, porém chegou à decisão

- UOL

O Brasil está pela 21ª vez em uma final de Copa América. E pode, no próximo sábado, conquistar o 10º título do torneio continental, o segundo de forma seguida, alcançand assim o bicampeonato do torneio e mantendo a hegemonia na América do Sul. Na noite desta segunda-feira, em uma reedição da última decisão, disputada em 2019, a seleção voltou a vencer o Peru, desta vez por 1 a 0, no estádio Nilton Santos, o Engenhão. Um jogo de tempos distintos. O Brasil foi do time incisivo e insinuante da primeira etapa, inclusive com bola nas redes em finalização de Paquetá, para uma equipe morosa diante do Peru, que lançou-se ao ataque.

A seleção agora aguarda o vencedor de Argentina e Colômbia, que entram em campo nesta terça-feira (6), às 22h, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, para saber quem será o adversário na grande decisão do próximo sábado (10), às 21h, no Maracanã, que vem sendo preservado justamente para o duelo que encerra o torneio. 

A seleção brasileira não teve muitas dificuldades para chegar à final da indesejada Copa América 2021. Nesta jornada, sobraram críticas, polêmicas extracampo, com direito à manifesto de atletas, afastamento do presidente Rogério Caboclo da CBF, que responde por uma acusação de assédio sexual, mas também teve uma seleção que se não encantou totalmente, foi eficiente. Esta pode não ser a melhor versão do Brasil. Tite já teve dias e atletas mais inspirados. 

Mas a seleção jogou para o gasto, cumpriu com seu papel e agora vai defender a escrita de ter conquistado todas as edições de Copa América disputadas no Brasil. O torcedor espera que o primeiro contra o tempo contra o Peru, quando time chegou a ter 70% posse de bola e jogadas brilhantes, com direito a toque de classe de Casemiro, um meio de campó operante, Paquetá pisando na área, Neymar chamando as jogadas, Richarlison em seu jogos voluntarioso, seja a tônica da decisão, que pode reservar um encontro entre Neymar e Messi, salvando um caótico torneio em meio a um país às voltas com a pandemia da Covid.

O gol brasileiro foi marcado aos 34 minutos do primeiro tempo. Neymar invadiu a área após receber de Richarlison, aprontou para cima da defesa, com direito a caneta em Callens, e tocou para Paquetá, De primeira, o jogador fez o gol que classificou a seleção brasileira para a grande decisão do torneio continental. 


Link
Notícias Relacionadas »