22/11/2021 às 12h59min - Atualizada em 22/11/2021 às 12h59min

Prefeita Ilda Machado assina Termo de Anuência com a Sanesul, que irá ampliar cobertura da rede esgoto em Fátima do Sul

Nos próximos anos, 90 % dos imóveis de Fátima do Sul deverão ter acesso ao tratamento e coleta de esgoto

Prefeita de Fátima do Sul, Ilda Salgado Machado, recebeu na manhã desta segunda-feira (22), Madson Roberto P. Valente, Gerente Regional da Sanesul, que estava acompanhado do Diretor da Unidade local, José Valdenez de Carvalho.
Fotos: Washington Lima / Fátima em Dia


A prefeita de Fátima do Sul, Ilda Salgado Machado (PSD), recebeu na manhã desta segunda-feira (22), Madson Roberto P. Valente, Gerente Regional da Sanesul, que estava acompanhado do Diretor da Unidade, José Valdenez de Carvalho, para assinar Termo de Anuência com a Sanesul, visando a ampliação da rede de esgoto no município de Fátima do Sul.

O Termo de Anuência assinado pela prefeita, é referente as novas normativas aos contratos de prestação de serviço público de saneamento básico com incorporação das metas de universalização garantindo atendimento a toda a população, seguindo o novo Marco Legal do Saneamento Básico, garantindo o abastecido por água potável e de 90% esgotos sejam tratados.

Mato Grosso do Sul tem avançado com as obrigações da lei e deve ser o primeiro estado do país a alcançar a universalização dos serviços de esgotamento sanitário, que de acordo com Madson, a previsão é que nos próximos anos, 90 % dos imóveis da cidade de Fátima do Sul tenha acesso ao tratamento e coleta de esgoto. "Essa parceria tem como objetivo dar continuidade e ao mesmo tempo acelerar o excelente trabalho que a Sanesul já vêm desenvolvendo junto aos municípios por ela atendidos, aumentando significativamente a cobertura do serviço para toda a população da cidade”, disse.

Atualmente Fátima do Sul tem apenas 30% de esgoto coletado e tratado. O esgotamento sanitário traz impactos positivos no desenvolvimento da cidade, com ganhos na qualidade de vida, economia, valorização imobiliária, preservação dos recursos naturais e, sobretudo, com a saúde. Para a prefeita Ilda, é preciso avançar nesses quesitos é investimento na saúde da população. “Temos uma Lei Federal e uma meta a ser cumprida, com o Marco Legal do Saneamento até 2033, estamos trabalhando, discutindo ações para que o saneamento chegue ao maior número de lares de nossa cidade. Será grande impacto na melhoria das condições sanitárias, e na qualidade de vida da nossa população” avalia a prefeita.

De acordo com estudo e pesquisa da Organização Mundial da Saúde (OMS), para cada R$ 1,00 investido em saneamento, economizam-se R$ 4,00 nos gastos com médicos, internações, remédios e exames.


 

Link
Notícias Relacionadas »