13/10/2022 às 13h55min - Atualizada em 13/10/2022 às 13h55min

FÁTIMA DO SUL: Psicólogo estuprador tem prisão preventiva decretada e delegada pede indenização para as vítimas

A delegada pediu ainda indenização às vítimas.

A pedido da Delegada Titular da Delegacia de Atendimento à Mulher de Fátima do Sul, Dra. Gabriela Vanoni, o Poder Judiciário de Fátima do Sul concedeu a prisão preventiva do psicólogo que teria abusado de 13 vítimas durante atendimento psicológico.

O inquérito foi encerrado e o psicólogo foi indiciado por estupro qualificado, violação sexual mediante fraude e injúria qualificada. Somadas as penas podem chegar a mais de 100 anos de prisão.

O psicólogo está preso desde o dia 13 de setembro de 2022, após investigação do primeiro caso que chegou à delegacia de uma adolescente de 15 anos que foi abusada sexualmente durante consultas. A prisão havia sido decretada para dar continuidade as investigações e a partir daí mais 12 vítimas procuraram a delegacia para relatar os abusos sofridos.

A delegada pediu ainda indenização às vítimas.

Segundo a Delegada Dra. Gabriela Vanoni, “os danos e traumas psíquicos, causados a essas vítimas são imensuráveis, entendo que o mínimo que pode ser feito é fazer com que o psicólogo arque com indenizações para cada uma das vítimas, a fim de que possam de fato, contar com tratamentos psicológicos e psiquiátricos sérios que visem amenizar os traumas sofridos”.

O indiciado segue preso na cidade de Fátima do Sul aguardando o seu julgamento.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Fátima em Dia Publicidade 1200x90