24/10/2022 às 07h23min - Atualizada em 24/10/2022 às 07h23min

Caçador é multado em R$ 500 por abater pato-do-mato em MS

Mesmo legalizada, a arma utilizada - uma carabina marca Rossi - foi apreendida

Agentes da PMA (Polícia Militar Ambiental) de Três Lagoas, que trabalham na Operação Icitiofauna de prevenção e repressão à pesca predatória, realizavam fiscalização ontem (22) no Rio Verde, na divisa do município com Brasilândia e prenderam um caçador por abate de um pato-do-mato.

O caçador responderá pelo crime, com pena de seis meses a um ano de detenção. O infrator ainda foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 500.

A equipe avistou uma embarcação com três pessoas, navegando próxima à margem esquerda do rio, momento em que presenciou um dos homens efetuar um disparo de arma de fogo, abatendo uma ave silvestre Cairina moschata.

A equipe abordou a embarcação e apreendeu a arma, uma carabina marca Rossi, calibre 357 Magnum, que apesar de o infrator ter a documentação legal da arma, foi apreendida pelo uso no crime ambiental. A ave abatida também foi apreendida e o caçador, de 26 anos, residente em Andradina (SP), recebeu voz de prisão e foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Três Lagoas, onde ele foi autuado por crime ambiental de caça.


Link
Notícias Relacionadas »
Fátima em Dia Publicidade 1200x90