28/10/2022 às 08h05min - Atualizada em 28/10/2022 às 08h05min

Com 400 novos casos de dengue em uma semana, MS tem a 10ª maior incidência do país

O número de casos na última semana é 20 vezes maior que o registrado no mesmo período de 2021, quando eram apenas 19 casos

Mato Grosso do Sul tem 22.506 casos prováveis de dengue em 2022 e é o 10° entre os estados do país com maior incidência da doença. Conforme boletim epidemiológico da SES (Secretaria Estadual de Saúde), a indigência é de 801,1 casos por habitante, considerada alta.

Além disso, 54 municípios também estão com alta incidência de dengue, sendo São Gabriel do Oeste o município com maior proporção da doença. Chapadão do Sul, Angélica, Amambai e Rochedo fecham as 5 cidades com maior incidência de dengue.

Na última semana, foram registrados 401 novos casos de dengue no Estado. O número é 20 vezes maior que o registrado no mesmo período de 2021, quando eram apenas 19 casos. Campo Grande é a cidade com maior número de casos, sendo 8.118, mas o 27° em incidência da dengue, também considerada alta. No perfil dos infectados com dengue, estão pessoas entre 10 e 49 anos. Entre 20 e 29 anos, estão 20,19% dos infectados. Quanto ao gênero, 52,5% são mulheres e 47,5% são homens.

Número de mortes crescente

Mato Grosso do Sul tem 20 mortes confirmadas por dengue em 2022 até outubro. O número é maior que o registro total de 2021, 2018, 2017, 2016, 2015, 2014 e 2013. Perde apenas para 2020 quando 43 pessoas morreram de dengue e 2019 quando o número de óbitos chegou a 33.

A última morte registrada em Mato Grosso do Sul por dengue é de um bebê de oito meses, que começou a apresentar sintomas no dia 10 de setembro e morreu duas semanas depois. Após a morte, protocolo de investigação foi aberto pela SES, que confirmou a causa da morte no dia 13 de outubro. A menina morava com a família em Nioaque e não tinha nenhuma comorbidade relatada.

Sintomas da doença

Dengue é uma doença causada por vírus e transmitida, principalmente, pela picada de um mosquito da família Aedes, em especial o Aedes aegypti. As causas da dengue podem estar relacionadas à água parada, com desenvolvimento do mosquito. Por isso, as ações de conscientização da Saúde e fiscalização nas residências.

Conforme a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), existem sintomas clássicos da dengue, como dores nas articulações e olhos, fraqueza, dores de cabeça e febre, contudo o diagnóstico deve ser feito durante atendimento médico.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Fátima em Dia Publicidade 1200x90