Fátima em Dia Publicidade 1200x90
07/11/2022 às 09h11min - Atualizada em 07/11/2022 às 09h11min

Mais Social já é realidade para 87 mil beneficiários e fortalece municípios de MS

O programa Mais Social, desenvolvido pelo Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, já conta com mais de 87 mil cartões emitidos. O balanço, realizado pela Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), mostra que o programa está bem perto da meta de 100 mil famílias beneficiadas. Até o momento, Campo Grande, Dourados  e Corumbá são as cidades com mais beneficiários inseridos.

“Vamos chegar na meta dos 100 mil cartões emitidos. Esse é um compromisso do nosso governador, Reinaldo Azambuja, e conta com o comprometimento integral de nossas equipes nos 79 municípios de MS. Os R$ 300 reais entregues pelo Governo do Estado representam dignidade para as famílias e desenvolvimento econômico nos municípios de nosso estado”, explicou a titular da Sedhast, Elisa Cleia Nobre.


No atual patamar o programa injeta, todo mês, R$ 26,1 milhões de reais na economia dos municípios de MS. Em sua totalidade e com a parcela do 13° pagamento, prevista em lei, o programa terá feito circular R$ 390 milhões em pequenos comércios, supermercados e mercearias da Capital e do interior.

“Nossas equipes estão empenhadas nesse trabalho que está presente nos 79 municípios do estado, pois sabemos o que representa esse programa na vida de quem recebe. O contato diário com os beneficiários nos mostra que o Mais Social foi uma medida muito feliz adotada pelo Governo do Estado e que está transformando realidade e levando comida na mesa de quem mais precisa”, explicou o superintendente do Mais Social, Clistiano Fernandes.

13ª parcela
Conforme informações da Coordenadoria de Finanças, Orçamento e Contabilidade (COFIC) da Sedhast, em dezembro ocorrem dois pagamentos do programa Mais Social, sendo a parcela normal do mês e a parcela do 13°, prevista para a segunda quinzena de dezembro.

A secretária da Sedhast reforça ainda que o beneficiário não precisa fazer nenhum outro processo para receber a parcela extra. “O beneficiário cadastrado no programa e que já tem seu cartão em mãos, receberá, automaticamente, a parcela do 13°. Não é necessário nenhum tipo de novo cadastro e nem procurar as nossas equipes para isso”, explicou, Elisa.

Mais Social
O Mais Social é um auxílio pensado pela equipe do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul para atender as famílias em situação de vulnerabilidade social, insegurança alimentar e nutricional.
O programa paga R$ 300 mensais para beneficiários que têm renda mensal familiar per capita inferior a meio salário mínimo. As 100 mil famílias beneficiárias do Mais Social estão sendo extraídas conforme dados disponibilizados pelo CadÚnico.

Equipes da Sedhast estão realizando o contato com os beneficiários, portanto é necessário aguardar a visita desses grupos de trabalho que estarão devidamente identificados e respeitando as normas de biossegurança adequadas ao atual momento de pandemia.
Dúvidas sobre o Mais Social podem ser sanadas pelo telefone 3368-9000.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Fátima em Dia Publicidade 1200x90