28/05/2015 às 12h22min - Atualizada em 28/05/2015 às 12h22min

Tolerância zero

Luciano Gazola

Nasci em uma cidade onde ainda hoje existem o cemitério de evangélicos e o de católicos, hoje muito mais como tradição do que necessidade, mas há algumas décadas atrás a intolerância religiosa dividia até os mortos. Intolerância. Política, raças, culturas, sexo, escolhas, classes. À intolerância tem aterrorizado o mundo, dividido pessoas, famílias e nações inteiras.

Pessoas morrem e matam por causa de alguma verdade que consideram absoluta, necessária, vital. Os talibãs da intolerância estão por toda parte. Na religião ela vem disfarçada de moral, princípios e valores. Em nome de algum deus se é capaz de cultuar lugares, objetos, histórias, líderes, mas de rejeitar pessoas, carne, alma e espírito. Derramar sangue em nome de deus já é assustador, mas a morte que não derrama sangue também age dividindo pessoas e famílias, a morte da liberdade, a morte do direito de escolha, do poder dizer, do aceitar, do conviver.

A intolerância mata a liberdade. Cega é a religião que não quer ver um Deus que nasce do ventre de uma mãe solteira, que cresce em meio a ladrões, que convive com prostitutas, que oferece a "salvação" aos diferentes, cega é a religião que em nome Dele separa! Cega também é a religião que propõe um paraíso no céu em troca de um inferno na terra. Intolerância nuca foi a voz de nenhum um Deus de verdade.

Cego é o direto que não luta pelos necessitados, pelos rejeitados e deixados à beira do caminho, cego é o direito que em nome da moral desiguala a igualdade, cego e intolerante. Cega é a política que não aceita a crítica, que se esconde atrás do poder, que oprime a voz de quem fala, que não tolera o diferente. Intolerância. Encontrar uma verdade não é o problema, problema é fazer da sua verdade a régua que mede a verdade do outro.

Ser tolerante não é assumir-se fraco, ser tolerante não é deixar de acreditar, é acreditar que o melhor se constrói em "sociedade" em conjunto, na soma dos valores, das liberdades e na harmonia do conjunto.

Link
Relacionadas »