01/12/2014 às 08h42min - Atualizada em 22/05/2015 às 14h56min

Após se envolver em acidente, vítima e socorrista são atropeladas e arrastadas por 15 metros

Midiamax
Via WhatsApp
 
 

Mauro Márcio Vicente da Silva, de 37 anos, e Rafael Silva Domingos, de 29 anos, ficaram gravemente feridos no fim da noite de domingo (30 de novembro), por volta das 23 horas, depois de serem atropelados na Avenida Heráclito Diniz de Figueiredo, continuação da Avenida Ernesto Geisel, próximo do cruzamento com a Rua das Nações, na região sul de Campo Grande.

 

De acordo com leitores do Jornal Midiamax e com o boletim de ocorrência, as duas vítimas foram atropeladas por um veículo Belina, sendo arrastadas por aproximadamente 15 metros. Elas foram socorridas pelo Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e encaminhadas à Santa Casa.

 

Conforme relatos apurados pela Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito), Mauro pilotava uma motocicleta pela Avenida Heráclito no sentido sul/norte, quando tentou forçar uma ultrapassagem e acabou colidindo de frente com uma Saveiro cujo condutor socorreu o motociclista e teve o nome preservado.

 

Enquanto, o condutor pegava os objetos para sinalizar a via, um morador da região tentava orientar os demais motoristas que reduzissem a velocidade. Enquanto isso, Rafael que chegou ao local em outra moto, foi ao encontro de Mauro que estava no chão para prestar socorro.

 

Ocasião que o condutor de uma Belina, que chegou a chamar atenção por conta do barulho, teria acelerado o veículo e passado sobre os dois. Eles foram arrastados e o motorista fugiu do local.

 

Populares que passaram por lá tentaram pegar as característica do veículo, porém a iluminação é considerada por eles precária. As vítimas estão internadas na Santa Casa de Campo Grande, em estado gravíssimo.

 

O caso foi registrado como homicídio doloso na forma tentada, quando há intenção de matar, porém ela não é concretizada, pela Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga, região sul de Campo Grande. Além disso, o condutor do Saveiro foi atuado por não ter CNH (Carteira Nacional de Habilitação).


Link
Notícias Relacionadas »