15/12/2014 às 13h04min - Atualizada em 22/05/2015 às 14h56min

Mulher é presa ao tentar fazer empréstimo de R$ 32 mil em nome de outra pessoa

Campo Grande News
Luzia foi detida no momento em que tentava fazer um empréstimo. (Foto: Marcos Ermínio)

Luzia foi detida no momento em que tentava fazer um empréstimo. (Foto: Marcos Ermínio)

Luzia foi detida no momento em que tentava fazer um empréstimo. (Foto: Marcos Ermínio)
 
Documentos falsos utilizados pela estelionatária. (Foto: Marcos Ermínio)

Documentos falsos utilizados pela estelionatária. (Foto: Marcos Ermínio)

Documentos falsos utilizados pela estelionatária. (Foto: Marcos Ermínio)

Luzia Aparecida Nogueira, 35 anos, foi presa em flagrante pela Polícia Militar nesta segunda-feira (15), ao tentar fazer um empréstimo de R$ 32 mil no nome de outra pessoa. O esteleionato seria cometido contra empresa financeira Credcerto, localizada no centro da Capital.

Segundo o gerente Julio César de Souza Rebeque, a mulher foi ao estabelecimento na quarta-feira da semana passada, solicitando empréstimo. Os documentos que ela apresentou eram de procedência duvidosa, e por isso, a empresa fez uma análise minuciosa.

O gerente explica que ela havia aberto uma conta bancária no nome de uma mulher identificada apenas como Rute. Por meio desta conta, ela tentava conseguir o dinheiro emprestado, no entanto, ao checar os dados da conta e os boletos de internet e TV a cabo apresentados por Luzia, a Credcerto constatou a tentativa de golpe.

Por volta das 11h30 de hoje ela foi à empresa para tentar consolidar a transação, mas acabou presa em flagrante. Luzia disse que trabalhava com carteira assinada até pouco tempo, e que só tentou o golpe porque ouviu na praça que a tática “dava certo”. A mulher alegou que age sozinha, mas a polícia acredita que uma quadrilha do Mato Grosso esteja envolvida.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro. Segundo Julio, esta não foi a primeira vez que a Credcerto foi alvo de golpistas. Recentemente outras pessoas tentaram empréstimo de R$8.700 e R$ 7.600, mas tiveram o pedido negado.


Link
Notícias Relacionadas »