25/03/2015 às 08h00min - Atualizada em 22/05/2015 às 14h56min

Polícia Militar realiza operação durante liberação de 164 presos de semiaberto em MS

Mídia Max

A PM (Polícia Militar) de Dourados, localizado a 225 quilômetros ao sul de Campo Grande, realiza a partir desta quarta-feira (25) uma operação nas ruas daquele município em resposta a liberação de 164 presos do regime semiaberto, que estão sendo beneficiados com a licença de Páscoa.

De acordo com o comandante do BPM (Batalhão da Polícia Militar) da cidade, coronel Carlos Silva, o objetivo da operação é reforçar a segurança nas ruas para coibir a criminalidade que geralmente aumenta nestes períodos. Para isto o coronel já conta com reforço de pelo menos 30% do efetivo nas ruas.

O coronel destaca que neste período, além da PM, a Civil também estará mobilizada. “Estamos fazendo toda a mobilização necessária para garantir mais segurança neste período. Isto é necessário porque estamos tratando muitas vezes de profissionais do crime, onde as ações cometidas por eles são altamente arquitetadas e mais difíceis de identificar. Trata-se de uma semana inteira em que eles não precisarão dar satisfação sobre o seu paradeiro e não precisarão dormir no presídio Semiaberto”, destaca o militar para a equipe do Dourados Agora.

O coronel orienta a população para redobrar a atenção neste período e diante de qualquer situação suspeita, acionar o serviço 190 da PM. “A população pode ficar tranquila que ninguém será identificado”, ressalta.

Licença

O presidente do Sinsap/MS (Sindicato dos Servidores da Administração Penitenciária de Mato Grosso do Sul), André Santiago, considera que diante da crise em que passa o sistema prisional em todo o Estado, este não seria o melhor momento para a liberação de detentos, apesar da lei que garante este benefício a eles. Santiago destaca recentes ataques e ameaças a agentes e que tem acionado a inteligência das forças policiais para garantir a segurança dos agentes que, se sentem inseguros com a soltura.

Concedida pela Justiça de Dourados, a licença começou a funcionar ontem. Num período de 24 a 31 deste mês serão liberados 80 presos e de 7 a 14 de abril, 84 terão o beneficiado. Eles poderão pernoitar em casa de familiares.

As saídas temporárias estão fundamentadas na Lei de Execução Penal (Lei n° 7.210/84) e nos princípios nela estabelecidos. Geralmente ocorrem em datas comemorativas específicas, tais como Natal, Páscoa e Dia das Mães, para confraternização e visita aos familiares. Nos dias que antecedem tais datas, o juiz da Vara de Execuções Penais edita uma portaria que disciplina os critérios para concessão do benefício da saída temporária e as condições impostas.


Link
Notícias Relacionadas »