30/06/2015 às 18h05min - Atualizada em 30/06/2015 às 18h05min

MT: fotógrafo diz promover modelos nuas e some com dinheiro

- TERRA

Pelo menos duas mulheres estão acusando o fotógrafo Evangelista André de ter feito ensaios sensuais com elas nuas, em estúdio e área aberta, mediante a proposta de transformá-las em modelos nacionais, e fugir com o dinheiro, sem entregar as fotos e sem cumprir a promessa de sucesso.

 Foto: Portal Rondonopolis / Reprodução

Foto: Portal Rondonopolis / Reprodução

No site Portal de Rondonópolis, o suspeito divulgava algumas das “divas”
Foto: Portal Rondonopolis / Reprodução

Na posição de vítimas de um golpista, elas registraram boletim de ocorrência em Rondonópolis, que é a terceira maior cidade de Mato Grosso, onde o possível golpista teria ficado por cerca de três meses apenas.

O acusado teria chegado no mês de abril, de acordo com datas de criação do site Portal de Rondonópolis, onde divulgava algumas das “divas” e que ainda está ativo – e do perfil no Facebook, que ele excluiu, dias depois de sumir.

O representante da União de Fotógrafos e Cinegrafistas de Rondonópolis (Unifoc), Josué Pereira, comenta que, desde que ele apareceu no mercado local, já levantou suspeita, porque cobrava apenas R$ 50, para fazer uma série de até mil fotos. “Esse valor não paga nem o desgaste do equipamento”, observa Pereira. “A gente desconfiava que alguma coisa estava errada”.

Não deu nem três meses e o acusado foi embora da cidade, levando o dinheiro das vítimas e sem entregar as fotos e nem promovê-las em revista nacional.

Uma das vítimas, conforme a Unifoc, é médica, mas ela não quis registrar denúncia. Desta “modelo” ele cobrou mais caro: R$ 4 mil. A promessa era de publicar as imagens dela em revista de circulação nacional. “Até uma médica caiu no conto do vigário”, surpreende-se o representante da Unifoc.

 

A polícia civil vai investigar o caso, mas não tem informações sobre o paradeiro do acusado, que pode estar agindo em outra cidade.  Se identificado, ele pode responder por furto ou estelionato. A não sei que tenha uma explicação coerente.

O local onde era o estúdio alugado pelo fotógrafo está fechado e vazio, sem móveis. A última notícia dele foi postada na Facebook, por uma suposta médica do Samu de São Paulo, dando conta que ele levou dois tiros e que ela achou o celular dele. Depois disso, o perfil dele foi excluído.


Link
Notícias Relacionadas »
Fátima em Dia Publicidade 1200x90