02/12/2014 às 08h16min - Atualizada em 22/05/2015 às 14h56min

Fora da Assembleia, Londres prepara PR para eleições

Hoje, o partido tem 8 prefeituras, 72 vereadores e 2 deputados estaduais

Zana Zaidan
Correio do Estado

Após 40 anos de mandatos initerruptos como deputado estadual, Londres Machado (PR) não estará na Assembleia Legislativa a partir do ano que vem mas, nem de longe, estará aposentado. Como presidente regional do PR, o decano da política de Mato Grosso do Sul pretende percorrer o Estado para fortalecer o partido para as eleições municipais de 2016. A incógnita é se o deputado entrará na disputa como candidato, assunto que Londres diz ser prematuro para tratar.

“Terei tempo para me dedicar 100% ao partido”, comenta sobre o fim dos mandatos na Assembleia, que lhe renderam recorde nacional de legislaturas consecutivas. 

Londres abdicou de concorrer à reeleição por acreditar na vitória do senador Delcídio do Amaral (PT), que concorreu como governador nestas eleições, mas foi derrotado por Reinaldo Azambuja (PSDB), eleito para sucessão de André Puccinelli (PMDB). 

Apesar da ausência na Casa de Leis, Londres deixou uma sucessora - a filha, vereadora Grazielle Machado, também do PR, mas garante que ela, e o deputado Paulo Côrrea, que completa a bancada eleita pelo partido, terão total liberdade para tomada de decisões. “Não será preciso conversar comigo. A conversa deverá ser com eles”, diz,  sobre a posição do partido perante o governo do adversário tucano.

A autonomia dada aos parlamentares deve-se ao empenho de Londres em fortalecer o PR para os próximos pleitos, continua. Hoje, o partido tem oito prefeituras e 72 vereadores, além dos dois deputados estaduais eleitos para 2015.

Houve uma baixa na Assembleia, já que hoje a bancada conta com três representantes - Paulo Correa, Antonio Carlos Arroyo, e o próprio Londres.

Arroyo também não disputou a reeleição, de olho na vacância no TCE (Tribunal de Contas do Estado), aberta nesta semana, com a solicitação de aposentadoria do conselheiro José Ricardo Cabral. 


Link
Notícias Relacionadas »